Untitled Document
Boa tarde, 29 de fev
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Diploma

Quarta-feira, 12 de Abril de 2023

 
     

Jornalistas terão Dia de Luta nesta quinta-feira, 13 de abril

  

Categoria luta pela aprovação da proposta que prevê obrigatoriedade do diploma de jornalismo para o exercício da profissão

  


Por Alice Rodrigues - estagiária da EcoAgência*

Em meio a passagem do Dia do Jornalista, comemorado no dia 7 de abril, a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) e os Sindicatos dos Jornalistas filiados uniram forças na luta contra o desmonte do Jornalismo e promovem nesta quinta-feira, 13 de abril, uma mobilização nacional nas redes sociais a favor da aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 206/2012, que prevê a obrigatoriedade do diploma de jornalismo para o exercício da profissão no Brasil. A ideia é atrair deputados federais e a população em geral para discutir sobre a importância da retomada de um direito fundamental da categoria.

Conforme o divulgado pela Fenaj, a presidenta Samira de Castro pede que no “Dia de Luta”, cada jornalista participe, vestindo-se de azul, fazendo vídeos ou fotos e publicando nas redes sociais. Além disso, recomenda o uso das hashtags #PECdoDiploma e #AprovaPECDoDiplomaJá, com a marcação da Federação e do Sindicato nas postagens.

A exigência do diploma é uma forma de garantir a qualidade da informação jornalística e valorizar a formação acadêmica dos profissionais da área. A proposta do Senador Antonio Carlos Valadares (PSB/SE) já foi aprovada pelo Senado e atualmente está pronta ser pautada no Plenário da Câmara dos Deputados.

A PEC 206/2012 busca restabelecer a exigência do diploma de jornalismo, que foi retirada em 2009 pelo Supremo Tribunal Federal (STF). Na ocasião, o STF decidiu que essa exigência afetava a liberdade de expressão e o direito ao trabalho. Desde então, o debate sobre a PEC tem ganhado força, sobretudo diante de um cenário onde a ausência de conhecimentos técnicos e o comprometimento ético, bem como a falta de credibilidade das notícias, afetam diretamento o direito ao acesso às informações de qualidade, bem como influenciam a propagação de notícias falsas, que se intensificaram durante o período da pandemia de covid-19. Esse panorama reforça ainda mais a importância da formação acadêmica e da ética profissional para a produção de conteúdo jornalistico a serviço da democracia. 

 

 

 * Estudante de Comunicação Social habilitação Jornalismo, sétimo semestre, na Universidade Federal de Santa Maria campus Frederico Westphalen-RS, orientanda da professora Doutora Cláudia Herte de Moraes, com supervisão de Eliege Fante, editora da EcoAgência

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008