Untitled Document
Bom dia, 23 de fev
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Acampamento Terra Livre

Segunda-feira, 24 de Abril de 2023

 
     

ATL visibiliza outros viveres possíveis em prol do reequilíbrio ambiental

  

Programação intensa pode ser acompanhada pelas redes sociais, confira as atividades em destaque

 

  

Vinicius Loures/Câmara dos Deputados    
Coletiva de imprensa


Por Alice Rodrigues - estagiária da EcoAgência*

Representantes dos povos indígenas brasileiros iniciaram, nesta segunda-feira (24) em Brasília, a programação do 19º Acampamento Terra Livre (ATL), mobilização tradicional que reúne indígenas de diversos recantos do país e de outros. Até sexta, 28 de abril, o evento contará com uma programação repleta de temas e atividades que fomentam a luta pelo respeito aos costumes, culturas e modos de viveres indígenas. O ATL é organizado pela Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib) e construído em conjunto com sete organizações: Articulação dos Povos e Organizações Indígenas do Nordeste, Minas Gerais e Espírito Santo (Apoinme), pela Articulação dos Povos Indígenas da Região Sul (Arpinsul), pela Articulação dos Povos Indígenas da Região Sudeste (Arpinsudeste), Comissão Guarani Yvyrupa, Coordenação das Organizações Indígenas da Amazônia Brasileira (Coiab), Conselho do Povo Terena e Assemble?ia Geral do Povo Kaiowá e Guarani (Aty Guasu).

 

Pela manhã, as lideranças dos diversos povos participaram de uma coletiva de imprensa pautada na emergência indígena, luta pela demarcação de territórios e pela vida dos povos diante da crise climática. A Apib relatou dificuldades na coleta de dados durante o período do governo anterior. Informou que, atualmente, 14 terras estão aptas para a homologação, aguardando apenas a assinatura do presidente Lula. Além disso, 600 Terras Indígenas ainda estão no início do processo de demarcação e outras 1393 devem ser demarcadas. 

 

O coordenador executivo da Apib, Dinaman Tuxá, declarou: “Nós estamos alertando para o impacto causado pelo garimpo, desmatamento, racismo ambiental, que causam lesões que estão chegando a um ponto de serem irreversíveis e todos irão sofrer as consequências. Os povos indígenas são os primeiros impactados porque sofrem com as invasões, lideranças ameaçadas, lideranças que estão buscando a proteção do meio ambiente e que sofrem com isso”. 

 

A coletiva de imprensa também contou com as presenças de Sonia Guajajara, Cacique Raoni, Joenia Wapichana, Weibe Tapeba e Célia Xakriabá. 

 

À tarde, as diversas organizações regionais indígenas ocuparam as ruas de Brasília em uma caminhada até o Congresso Nacional onde aconteceu, na Câmara dos Deputados,  a Sessão em Homenagem aos 19 anos do Acampamento Terra Livre. Participantes sem credencial para assistir este evento, acompanharam em frente ao Congresso o Ato "Enfrentamento de PLs Anti-indígenas". 

 

Nas redes sociais, a Apib reforçou que é papel da sociedade repensar a relação entre as Terras Indígenas e a exploração predatória sobre os bens naturais, responsável pela destruição do equilíbrio ambiental. Ressaltou que o caminho para reverter essa destruição é #DemarcaçãoJá.

 

Para acompanhar a programação acesse https://apiboficial.org/atl2023/ e assista https://www.youtube.com/@APIBOFICIAL

 

A seguir, destaques da programação: 

 

25 de abril, terça: 

8h – 10h | Plenária: Parentíssimos e Parentíssimas: Autoridades Indígenas no Movimento e no Governo
10h – 12h | Plenária: Campanha Indígena
14h – 17h | Plenária: Mulheres Indígenas
17h – 18h | Plenária: Parentes LGBT+: Decolonizando (r)existências

 

26 de abril, quarta: 

8h – 8h10 | Lançamento de livro: APOINME 30 anos
8h10 – 9h25 | Plenária: Educação Escolar Indígena
9h25 – 10h25 | Plenária: Saúde Indígena
10h35 – 12h | Plenária: Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental de Terras Indígenas
14h | Retomada do Comitê Indígena de Mudanças Climáticas
14h15 – 16h | Plenária: O futuro indígena é hoje: sem demarcação não há democracia! Povos Indígenas Decretam Emergência Climática!
16h30 | Marcha e Ato: Povos Indígenas Decretam Emergência Climática19h | Vígilia STF contra o Marco Temporal

27 de abril, quinta: 

8h – 8h10 | Lançamento do Relatório: “Impactos da produção de commodities agrícolas às comunidades Avá-Guarani da Terra Indígena Tekoha Guasu Guavirá/Oeste do Paraná”
8h10 – 9h10 | Plenária: A importância da Comunicação e tecnologia Indígena na decolonização, denúncia e luta
9h10 – 10h10 | Plenária: Juventude Indígena na luta pelo fortalecimento identitário
10h10 – 12h | Plenária: Isolados ou dizimados: Povos indígenas em isolamento voluntário

11h – 12h | Plenária: Comissão Nacional da Memória e Verdade Indígena
14h – 16h | Plenária: O julgamento do Marco Temporal e suas implicações no direito dos povos indígenas

15h50 – 16h | Chamado para o acampamento do Marco Temporal
16h – 18h | Marcha pela Terra: Movimentos Sociais em defesa da democracia

 

28 de abril, sexta: 

7h – 12h | Plenária de encerramento e leitura da carta final do ATL 2023

 

 

 

 

 

* Estudante de Comunicação Social habilitação Jornalismo, sétimo semestre, na Universidade Federal de Santa Maria campus Frederico Westphalen-RS, orientanda da professora Doutora Cláudia Herte de Moraes, com supervisão de Eliege Fante, editora da EcoAgência.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008