Untitled Document
Boa tarde, 02 de dez
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Indígenas

Quarta-feira, 23 de Janeiro de 2013

 
     

Novo apoio à Aldeia Maracanã: abaixo assinado reúne mais de dez mil assinaturas

  

A iniciativa partiu de uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), sediada no Rio Grande do Sul.

  

EBC    


Por Gloria Melgarejo - Defensoria Pública da União no Rio de Janeiro

Nesta terça-feira (22), foi entregue à Defensoria Pública da União do Rio de Janeiro (DPU/RJ) um abaixo-assinado, que já reúne mais de dez mil assinaturas de pessoas que vivem no Brasil e no exterior. Intitulado “O Brasil quer salvar o Museu do Índio do Brasil”, o documento pede a suspensão imediata da ordem de demolição do prédio centenário, também conhecido como antigo Museu do Índio. A iniciativa partiu de uma Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscip), sediada no Rio Grande do Sul, e foi lançada no último domingo (20).

O abaixo assinado foi entregue pelo presidente da Defender - Defesa Civil do Patrimônio Histórico, Telmo Padilha César, ao defensor público-chefe da DPU/RJ, Carlos Eduardo Santos Wanderley, e ao defensor público federal André Ordacgy, responsável pelas duas Ações Civis Públicas relacionadas ao assunto, que tramitam na Justiça Federal, uma requerendo o tombamento do imóvel e outra, a permanência do povo da Aldeia Maracanã no local.

Telmo Padilha veio ao Rio de Janeiro, acompanhado de Paulo Seda, do Instituto Brasileiro de Pesquisas Arqueológicas, especialmente para isso, e destacou que o objetivo da Defender é contribuir para a salvação deste “patrimônio do Brasil”. Disse ainda que optou pelo abaixo assinado por ser “o mais antigo dos instrumentos democráticos de exercício da cidadania”.

Para André Ordacgy, manifestações populares como esta são importantíssimas, pois demonstram claramente a posição da sociedade na questão que envolve a demolição do prédio do antigo Museu do Índio.

Sobre a Defender

A Defender é uma associação civil, pessoa jurídica de direito privado, com atuação nas áreas da cultura, patrimônio histórico e artístico, turismo cultural e social, meio ambiente e cidadania, sem fins lucrativos, de duração indeterminada, regida por Estatuto e pelas demais disposições legais que lhe forem aplicadas, com sede e foro em Cachoeira do Sul/RS. Qualificada desde maio de 2002 como Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP) junto ao Ministério da Justiça, também recebeu, em 27 de junho de 2008, o título de Utilidade Pública concedido pela Prefeitura Municipal de Cachoeira do Sul/RS. Tem como uma de suas finalidades a promoção da cultura e a defesa e conservação do patrimônio cultural, histórico e artístico.

 

DPU-RJ/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008