Untitled Document
Boa tarde, 03 de fev
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Animais

Terça-feira, 16 de Outubro de 2012

 
     

Ibama e PF desarticulam quadrilha de tráfico internacional de animais com base no RS

  

O tráfico se desenrolava entre o Brasil (RS/SP), Uruguai (Montevidéu) e Argentina (Buenos Aires), levando animais para estes países e trazendo outros para serem comercializados no RS e em SP.

  

Régis Fontana Pinto/Ibama    


Por Maria Helena Firmbach Annes - Ibama

Uma operação conjunta entre o Ibama e a Polícia Federal (PF) deflagrada na madrugada desta terça-feira (16/10), teve como alvo uma quadrilha de tráfico internacional de animais que agia no Rio Grande do Sul, Uruguai e Argentina. A Operação Pampa Verde resultou na apreensão de 400 animais (a maioria passeriformes) e oito mandados de prisão preventiva e 10 mandados de busca em cidades da Região Metropolitana de Porto Alegre, no interior do RS e em São Paulo.

Os resultados foram apresentados em uma entrevista coletiva nesta terça-feira (16/10/12) na sede da Polícia Federal. Segundo o superintendente do Ibama/RS, João Pessoa Moreira Junior, o trabalho conjunto é uma forma de otimizar recursos e potencializar o combate ao tráfico de animais silvestres nesta rota. De acordo com João Pessoa, além do dano às espécies silvestres brasileiras, o tráfico acaba muitas vezes por introduzir espécies exóticas podendo ocasionar prejuízos ambientais e sanitários. Além disso, ele alerta para que as pessoas fiquem atentas ao adquirirem animais. "Não comprem animais silvestres sem origem, pois esta é uma maneira de incentivar o tráfico de animais."

De acordo com a titular da Delegacia de Repressão a Crimes Contra o Meio Ambiente da PF, delegada Aletea Marona Kunde, o tráfico se desenrolava entre o Brasil (RS/SP), Uruguai (Montevidéu) e Argentina (Buenos Aires), levando animais para estes países e trazendo outros para serem comercializados no RS e em SP. Além da prática de crime ambiental, também foi comprovado nesta operação que uma das quadrilhas praticava o contrabando de armas e munições. Os animais apreendidos serão identificados e receberão a destinação adequada.

Ibama/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008