Untitled Document
Boa tarde, 09 de dez
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Lixo

Terça-feira, 06 de Novembro de 2012

 
     

ONU diz que mundo sofre ameaça de crise global de lixos urbanos

  

Segundo estimativas do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente, Pnuma, produção de resíduos em cidades pode quase dobrar, até 2025, para 2,2 bilhões de toneladas por ano.

  

Aumento de lixos urbanos nos rios


Por Eleutério Guevane - Rádio ONU

As Nações Unidas lançaram um alerta, nesta terça-feira, sobre a quantidade do lixo produzido pelas cidades em todo o mundo. De acordo como o Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, os governos devem tomar medidas urgentes para evitar o que chamou de uma ameaça de uma "crise global de resíduos". Um problema que traria consequências não só para o meio ambiente, mas tambem à saúde humana.

De acordo com um comunicado do Pnuma, emitido nesta terça-feira, todos os anos as cidades geram 1,3 bilhão de toneladas de resíduos sólidos. Segundo as estimativas da agência, a quantidade de lixo deve chegar a 2,2 bilhões de toneladas, até 2025. A situação é mais grave nos países de baixa renda, onde, muitas vezes, o volume de coleta do lixo não alcança sequer a metade da quantidade produzida.

De acordo com o Pnuma, as cenas de lixos amontados às margens de rios, queimadas a ceu aberto e lixo tóxico são cada vez mais frequentes assim como a atração de moscas e ratos em lixões. O tema sobre a gestão dos lixos em cidades foi discutido durante estas segunda e terça-feiras na Conferência Bienal do Pnuma e da Parceria Global sobre Gestão de Resíduos na cidade japonesa de Osaka.

Rádio ONU, parceira da EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008