Untitled Document
Bom dia, 08 de fev
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Desmatamento

Quarta-feira, 24 de Outubro de 2012

 
     

Ibama apreende oito caminhões em exploração ilegal no Pará

  

O Ibama identificou diversas extrações de madeira, pulverizadas numa grande área no entorno da reserva Mekragnoti, durante as ações da operação Soberania Nacional.

  

Gisele Pantaleão/Ibama    
Caminhões apreendidos no entorno da Terra Indígena Mekragnoti


Por Nelson Feitosa - Ibama/ Pará

O Ibama interrompeu no início desta semana diversas explorações irregulares de madeira espalhadas em cerca de 60 mil hectares de florestas no entorno da Terra Indígena Mekragnoti, a 20 km da sede do distrito de Castelo dos Sonhos, em Altamira, no oeste do Pará. No local, oito caminhões carregados com 300 m3 de toras de jatobás, ipês e maçarandubas foram apreendidos pelos fiscais federais. Os motoristas envolvidos no transporte ilegal da madeira acabaram multados em R$ 72 mil.

Poucas horas após a apreensão, parte dos caminhões foi levada pelos fiscais à Base Aérea da Serra do Cachimbo, a cerca de 150 Km de Castelo, onde os bens ficarão depositados até a conclusão do processo administrativo no Ibama. Dois deles, porém, não puderam partir por problemas mecânicos e deverão se deslocar à área militar apenas nesta quarta-feira (24/10). Um terceiro veículo -- um bitrem com cerca de dez toras --, perdeu o controle durante o trajeto e tombou na BR-163 (Cuiabá-Santarém), no Km 79, no sentido do Mato Grosso.Ninguém se feriu, mas o veículo, depois de deixado na margem da rodovia para ser rebocado posteriormente, foi roubado.

"O principal suspeito é o proprietário, que estava inconformado com a perda do caminhão, mas ainda estamos apurando o caso", disse o coordenador da ação, o analista ambiental Gunther Barbosa. Ao ser apreendido pelo Ibama, o veículo passou a ser um bem da União, cujo roubo será denunciado e investigado pela Polícia Federal.

O Ibama identificou diversas extrações de madeira, pulverizadas numa grande área no entorno da reserva Mekragnoti, durante as ações da operação Soberania Nacional, que ocorre desde agosto na região de influência de Novo Progresso (que inclui o sul de Itaituba e os distritos de Castelo dos Sonhos e Moraes Almeida, em Altamira). Na madrugada de sábado (20/10), os agentes ambientais, com apoio da Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança, cercaram as saídas das áreas de exploração irregular. A dois quilômetros da terra indígena, flagraram os caminhões saindo da mata, levando as toras roubadas da floresta pública.

"Já sabemos que os caminhões integram o esquema das madeireiras de Castelo dos Sonhos, que se abastecem com a madeira retirada ilegalmente das terras indígenas e da Reserva Biológica da Serra do Cachimbo, e as esquentam por meio de Guias Florestais fraudadas no sistema de controle ambiental estadual (Sisflora)", explica o coordenador da operação Soberania, Lucivaldo Serrão, destacando que a Mekragnoti faz limite com a Terra Indígena Bau, formando uma área protegida contínua de 6,5 milhões de hectares de florestas de grande relevância ecológica.

A fiscalização no entorno da reserva Mekragnoti continua até a conclusão dos embargos das terras da União ilegalmente exploradas. A medida administrativa vai impedir que as áreas com florestas danificadas se tornem alvo fácil de grileiros e, futuramente, venham a ser legalizadas às custas do crime ambiental.

Ibama/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008