Untitled Document
Boa tarde, 03 de fev
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Mineração

Segunda-feira, 01 de Outubro de 2012

 
     

Peru: 97% dos eleitores em Cañaris disseram não a projeto mineiro em seu território

  

Empresa canadense Candente Copper que pretende exportar cobre, ouro e prata, susceptível de afetar os direitos coletivos e territoriais de cerca de quatro mil indígenas quechua que falam Kañaris.

  


Por Adital, com informações de Conacami

Com um percentual de 96,9% o povo contundentemente disse NÃO à MINERAÇÃO em seu território, como resultado da Consulta Comunal realizada no dia 30 de setembro no distrito de Cañaris, Província de Ferreñafe, região de Lambayeque. Desde as 8h da manhã até as 16h, trabalhadores das 30 aldeias se reuniram nos centros de votação instalados nas escolas de Congona, Huacapampa e Cañaris para decidir de maneira livre e democrática o destino do Projeto Mineiro Cañatiaco.

Os moradores caminharam entre três e cinco horas para chegar ao seu centro de votação, com a única instrução de preservar seus bosques úmidos, bacias hidrográficas, a rica biodiversidade, a agricultura que é fonte de trabalho, bem como as tradições e costumes da charmosa e linda cidade de Cañaris.

Como resultado da votação decidiram pela não continuidade do projeto mineiro Cañariaco da empresa canadense Candente Copper que pretende exportar cobre, ouro e prata, susceptível de afetar os direitos coletivos e territoriais de cerca de quatro mil indígenas quechua que falam Kañaris.

Cristóbal Barrios, presidente da Comunidade Campesina San Juan Bautista de Cañaris, pediu ao Executivo respeitar a decisão dos moradores. Segundo o dirigente, os resultados obrigam a mineradora a suspender suas operações e todas as atividades dentro dos 16 mil hectares de área de concessão.

Participaram como examinadores: o Governador Regional Luis Millones Jacinto; o Gerente Regional de Desenvolvimento e Produção, Eng. Francisco Rojas Roalcaba; o Gerente Regional de Energia e Minas, Eng. Miguel Verona Velásquez; o representante do Ministério de Agricultura, Eng. José Delgado Castro.

Também atuaram como examinadores Vicente Zapata da Conarecami Piura e a Conacami Nacional; Juan Vilela Colchón da Corecami Lambayeque, que também levou o apoio da Grufides. Também atuaram o Eng. Félix Delgado Montenegro pela Rede Muqui; Prof. Erwin Salazar, pelo Comando Unitário de Luta de Lambayeque; Demetrio Ruiz pela Federação de Trabalhadores Açucareiros e outros dirigentes populares.

A contagem final foi a seguinte:

Centro de votação de Cañaris: NÃO: 981 votos - SIM: 36, Huacapampa: NÃO 362 votos - SIM: 6 Viciados: 4; faltando consolidar os resultados de Congona um setor altamente remoto em que também mostra a mesma tendência.

Adital/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008