Untitled Document
Bom dia, 09 de dez
Untitled Document
Untitled Document
  
EcoAgência > Notícia
   
Mudanças Climáticas

Quarta-feira, 07 de Novembro de 2012

 
     

Conferência internacional discute mudanças climáticas e define agenda de luta global

  

O evento também teve como intuito coordenar estratégias e agendas de luta global para avançar na organização de um movimento político social que vem sendo pensado e desenvolvido na Mesoamérica desde 2008.

  


Por Natasha Pitts - Adital

Aconteceu nesta segunda (5) e terça-feira (6), na Universidade de El Salvador, na cidade de San Salvador, a conferência internacional "Mudança Climática, Territórios e Movimentos Sociais”, assembleia geral bienal da organização Amigos da Terra. O evento contou com a participação de mais de 500 delegados/as entre líderes de comunidades e povos indígenas, ativistas de movimentos sociais e ambientais da Mesoamérica, de 77 países dos 5 continentes. Na ocasião, os/as participantes debateram temas como mudança do clima, agronegócio, acúmulo de terras, bosques, REDD, água e represas hidrelétricas, mineração e soberania alimentar.

A organização Cesta e o Movimento de Vítimas, Afetados e Afetadas pela Mudança Climática e os Megaprojetos (Moviac) estiveram à frente da organização desta conferência internacional, que buscou, junto com organizações de base, comunidades e movimento da Mesoamérica compartilhar conhecimentos e experiências na busca de defender territórios, construir a soberania e socializar práticas de sobrevivência que confrontem os atuais problemas sócio-ambientais.

O evento também teve como intuito coordenar estratégias e agendas de luta global para avançar na organização de um movimento político social que vem sendo pensado e desenvolvido na Mesoamérica desde 2008. Além disso, quis chamar atenção aos casos de resistência contra empresas transnacionais na região, que seguem violando os direitos de comunidades e provocando o acúmulo de terras.

Após o evento foi realizada uma expedição por parte de El Salvador e da Guatemala para prestar solidariedade com a luta e resistência de comunidades que enfrentam os efeitos depredadores da mineração e dos megaprojetos.

Histórico

Em 2008, aconteceu em El Salvador o I Fórum Internacional de Vítimas e Afetados pela Mudança Climática, evento deu o ponto de partida para a criação do Moviac. Em 2009, foi realizado um novo Fórum, convocado pela Via Campesina Oilwatch e Redlar também para discutir os efeitos das mudanças climáticas. O terceiro fórum foi promovido pela Via Campesina com a Marcha Mundial das Mulheres para analisar os problemas gerados pelo agronegócio impulsionado pelas transnacionais.

Adital/EcoAgência

  
  
  
Untitled Document
Autorizada a reprodução, citando-se a fonte.
 
Mais Lidas
  
Untitled Document
 
 
 
  
  
  Untitled Document
 
 
Portal do Núcleo de Ecojornalistas do Rio Grande do Sul - Todos os Direitos reservados - 2008